Classe C gasta 71% do que ganha com moda

consumo-classe-c
As jovens brasileiras da classe C são mais independentes e gastam a maior parte do que ganham (71%) com itens de moda, como roupas e acessórios. É o que mostra uma pesquisa do Data Popular. Entre as mulheres de 18 a 24 anos pertencentes a essa faixa social, 72% trabalham – nas classes A e B este numero é de 63% e nas classes D e E esse numero cai para 57%.
As mulheres da classe média também somam mais da metade das consumidoras dos principais canais de compras. Elas são 50% das clientes de suermecados, 59% dos shoppings, 51% de lojas de roupas e 51% de farmácias.
A pesquisa mostra ainda que elas são muito vaidosas e consomem expressivamente produtos relacionados à aparência. Somente nos últimos 15 dias, 25 milhões de mulheres foram aos salão de beleza, sendo que 15 milhões delas pertencem à classe C.
Analisando os últimos 30 dias, o levantamento aponta que, das 13,2 milhões de mulheres que compram bijuterias, 7,4 milhoes são jovens da classe média. Outras 12,7 milhões adquiriram hidratantes ou cremes para o corpo (sendo 7,4 milhões da classe C); 7,6 milhões compraram bolsas e acessórios (4,1 milhões da classe C) e 11,3 milhões compraram sapatos novos (6,4 milhões da classe C).
28% delas assumem que são consumistas e 17% acham importante estar na moda.
Fonte: Metro. Campinas. 10/11/2010.
(Visited 78 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais