Expectativa das redes sociais versus a realidade da loja física

Instagram Melissa

Você já pensou que as imagens divulgadas nas redes sociais criam uma expectativa sobre como é a sua loja física? Mesmo já conhecendo o ponto de venda, o cliente faz, de forma inconsciente, uma conexão direta entre o meio físico e o digital.

Estar presente nas redes sociais não é mais uma opção, é fundamental. E as pessoas vão se deparar com sua marca no meio digital, seja procurando diretamente por ela, através da indicação de alguém ou simplesmente navegando. E quando um cliente procura um perfil nas redes sociais após ter ido pessoalmente à loja física é porque já aconteceu uma conexão no meio físico que ele deseja manter e estreitar o relacionamento. Ponto para a marca que fez bem a lição de casa.

A ideia aqui é refletir diante da seguinte situação: uma pessoa navegando na internet se depara com aquele perfil no Instagram superbacana, com fotos muito bem-feitas, produções incríveis e dicas interessantes. Acontece, então, uma identificação entre o potencial cliente e a marca. Daí ele resolve conhecer pessoalmente a loja física de uma marca tão bem elaborada no mundo virtual

O fato é que o cliente já criou uma imagem inconsciente de como aquela loja é: fachada, vitrines, iluminação, cores, materiais, mobiliário, forma de exposição dos produtos, som ambiente, aromas, enfim, todos os itens considerados por um profissional de Visual Merchandising ao desenvolver um projeto de ponto de venda coerente com a marca.

Se expectativa for alcançada, mais uma vez ponto para a marca! É provável que ela tenha conquistado um novo cliente. Mas caso a expectativa não seja atendida o cliente vai acabar se distanciando, também de forma natural, porque faltou algo para estabelecer um relacionamento com a marca.

Comparativo entre Rede Social e Lojas Físicas da marca Intimissimi.

A Comunicação Integrada de Marketing (CIM) visa exatamente garantir que todos os pontos de contato da marca tenham uma mesma linguagem discursiva, seja ela visual ou no tom de voz. A loja física, assim como as vitrinas e as redes sociais, são mais uma das mídias que as empresas têm para poder se posicionar, construir uma imagem desejada, despertar a atenção e admiração e, consequentemente, estabelecer uma relação duradoura de ganha-ganha com o consumidor. Por isso, deve haver harmonia, coerência e continuidade entre todos os esforços de comunicação da marca.

Comparativo entre Rede Social e Lojas Físicas da marca Melissa.

A ideia desse texto é fazer uma reflexão sobre a expectativa criada no meio digital versus a realidade encontrada no meio físico. Por isso, te convidamos: faça esse exercício analítico com seu ponto de venda e suas redes sociais.

Não deixe de investir na web, mas invista também na sua loja física, pois o cliente transita o tempo todo entre esses dois canais (já falamos tanto de omnichannel por aqui) e ele só compreenderá o seu real valor se conseguir conectar-se com a suas mensagens online e off-line.

(Visited 430 times, 16 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais